quinta-feira, abril 26, 2007

MANUEL ANTÓNIO PINA


[4 DE JULHO DE 1965]


segundo fontes geralmente bem

os altos interesses nacionais

foi recebido carinhisamen-

pretende para fins matrimoniais


entre os países menbros da otan

as suas provas de doutoramento

sua excelência o presidente da

a conferência do desarmamento


excelentíssimo senhor director

ardilosos amigos do alheio

nosso prezado colaborador

atrasos na entrega do correio


não perca esta excelente ocasião

da santa madre igreja faleceu

resposta em carta à administração

de casa dos seus pais desapareceu


(in Ainda Não é o Fim Nem o Princípio do Mundo Calma é Apenas Um Pouco Tarde, 1974)

***


O livro


E quando chegares à dura

pedra de mármore não digas: «Água, água»,

porque se encontraste o que procuravas

perdeste-o e não começou ainda a tua procura;

e se tiveres sede, insensato, bebe as tuas palavras

pois é tudo o que tens: literatura,

nem sequer mistério, nem sequer sentido,

apenas uma coisa hipócrita e escura, o livro.


Não tenhas contra ele o coração endurecido,

aquilo que podes saber está noutro sítio.

O que o livro diz é não dito,


como uma paisagem entrando pela janela de um quarto vazio.



(in Os Livros, Assírio & Alvim, 2003)

1 comentário:

AF disse...

excelente escolha.