domingo, julho 29, 2012

ALBERT LONDRES - COM OS LOUCOS


Nessa manhã, eu vagueava na companhia de um médico estagiário pelas instalações de um asilo.
- Os loucos - dizia-me ele não são o que se julga. O público vê-os de uma forma errada... Nem sempre são forças à solta. Olhe para os que estão reunidos naquela sala.
Eram uma dezena. Falavam ligeiramente mais alto do que é habitual, coisa que acontece aos de maior juízo.
- Pode lá entrar - disse o médico.
Entro. Caras espantadas voltam-se para o lado onde estou. No meio do grupo reconheço o médico-chefe.
O estagiário agarra-me pelo braço.
- O que se passa?
- Erro meu! - diz a morder o lábio. - Não são loucos, são alienistas. É uma reunião da Liga de Higiene Mental!
A diferença era mínima.

Albert Londres, Com os Loucos, trad. e apresentação de Aníbal Fernandes, Sistema Solar, Lisboa, 2012, p. 164.