quinta-feira, setembro 05, 2013

SÃO EMPRESAS PORTUGUESAS COM CERTEZA

Aqui se publica a lista das empresas portuguesas, cotadas no PSI-20, que têm sede na Holanda e ai pagam os seus impostos. Ao fugirem para a Holanda estas empresas beneficiam de um regime fiscal mais atractivo (impostos mais baixos), e simplesmente não pagam imposto (IRC) em Portugal. Ou seja, roubam descaradamente o Estado português e fazem o que as outras empresas portuguesas, pequenas e médias, não podem fazer. Não se trata apenas de concorrência desleal e imoral. O país precisa do dinheiro destas empresas que operam em Portugal, estão na bolsa portuguesa e vendem os seus produtos a portugueses. O governo não faz nada contra esta situação. A este estado de coisas não é estranha a chamada "dança das cadeiras": os executivos que destas empresas vão para o governo e do governo para estas empresas num regime de promiscuidade político-empresarial. Na verdade, podemos dizer que não vivemos numa democracia mas numa oligarquia empresarial constituída por cerca de duas dezenas de empresas. E os cidadãos que fazem contra esta situação, ocultada pelos meios de comunicação social que se divulgassem esta situação correriam o risco de perder a publicidade destas empresas? Nada. Torna-se, pois, importante, 1) divulgar esta escandalosa situação e 2) apelar para um boicote aos produtos destas empresas. A situação é demasiado imoral: o governo aumentou de forma "colossal" os impostos (além de acabar com o 13º mês, subsidio de férias e baixar as pensões, entre outras maldades), mas estas empresas lideradas por "patriotas" como Alexandre Soares dos Santos (Jerónimo Martins), Belmiro de Azevedo (Sonae) ou Ricardo Salgado (BES) apenas pensam nos seus lucros.

Eis a lista (com as empresas e as sociedades em que o grupo empresarial se divide):
- BCP detém a sociedade BCP Investment B.V.;
- PT detém as sociedades Bratel Brasil, Bratel TV, Africatel e PT International Finance BV;
- SONAECOM detém: Sonaecom BV (que detém uma parte da Optimus) e Sonaetelecom BV (detém jornal Público);
- SONAE detém: Soflorin BV, Sonvecap BV, Sonae Investments BV e Sontel BV;
- EDP detém EDP Finance BV;
- CIMPOR detém Cimpor BV;
- BRISA detém Brisa Finance BV, Brisa International BV, Brisa International Invest BV;
- SONAE INDÚSTRIA detém Megantic BV;
- GALP detém Galp Energia E&P BV e Galp Energia Port. Holdings;
- MOTA-ENGIL detém ME Brand Management e Tabella Holding;
- SEMAPA detém Seinpar Investments BV, Interholding Invest. BV, Parcim Invest. (grupo Secil) e Seciment Investments (Secil);
- PORTUCEL detém Megantic BV.

4 grupos têm sociedades com sede noutras cidades da Holanda (Roterdão e Amstelveen):
- BCP detém Bitalpart BV e BBG Finance BV, em Roterdão;
- JERÓNIMO MARTINS detém a Belegginsmaatschappij Tand em Roterdão;
- ZON detém a Teliz Holding BV em Amstelveen;
- SONAE INDUSTRIA detém SCS Beheer em Amstelveen.

"O BES é o grupo com mais sociedades sediadas no estrangeiro (10), especialmente em paraísos fiscais, seguindo-se o BANIF com sociedades em 9 países. O BES detém 7 empresas sediadas nas Ilhas Caimão, conhecido paraíso fiscal, e o BANIF 6."

"A sociedade TAND, do grupo Jerónimo Martins e com sede em Roterdão, detém 100% da JM Dystrybucja, que por sua vez detém a Biedronka, a rede de supermercados dominante no comércio retalhista do ramo na Polónia. Esta rede de supermercados na Polónia é a principal fonte de receitas do grupo Jerónimo Martins com vendas de 4,3 mil milhões de euros nos primeiros nove meses de 2011 (59,1% do total do grupo)."
Respigado de Esquerda.net
 (Em cima logo da Sonae, uma das empresas com mais sociedades na Holanda)

Sem comentários: