quinta-feira, março 27, 2014

ANTÓNIO REIS

Aos domingos
aos domingos o golo no estádio
chega até minha casa
e até ao mar

O próprio sol
é uma imagem de couro no espaço

a chuva
uma imagem de redes batidas

Ah Que fazer
senão esperar pela semana

dormindo

António Reis, Telhados de Vidro / 18, Averno, Lisboa, p. 7 (poema retirado do livro Poemas Quotidianos, Ed. do Autor, 1957)

Sem comentários: