domingo, abril 06, 2014

JORGE FALLORCA (1949-2014)

Percorro a praia dividido entre a memória e a ausência. Todos
os sentidos me contrariam as pegadas na areia molhada.
As bibliotecas.

Sento-me de frente para o mar, com um saco de laranjas ao
lado. A loucura é uma arte menor.

(Longe do Mundo, p. 76)

Sem comentários: